A DESELEGÂNCIA MASCULINA

Tornou-se comum as queixas femininas quanto ao trato masculino. Não raro são aquelas que se sentem estupradas ao dar ou recerber um simples bom dia. O homem moderno, por assim dizer, perdeu sua elegância e finece. Esqueceu ele que a Mulher é uma jóia rara que deve ser descoberta ou revelada. Poucos são os homens que possuem sensibilidade com o sexo oposto. Comuns são aqueles que num simples olhar despende-se dos pudores que deviam nortea-lo no trato com uma dama. Agem como verdadeiros invasores que, na calada da noite, invadem e subtraem o que é de mais precioso de alguém. No caso, roubam da Mulher sua dignidade feminina, cujo ser delicado e sublime deve ser respeitado. A maioria dos homens confunde a sutileza de um sorriso feminino com permissão para violar a intimidade; realizam o cortejo revelando suas faces primitivas e, assim como algumas espécies de mamíferos e aves, promovem um verdadeiro espetáculo com o escopo único de acasalar.

É preciso recordar que a espécie humana é diferente e a relação entre macho e fêmea se dá mediante cortejo. Poucos são aqueles que sabem que a arte de cortejar é um jogo. É saber despir a outra pessoa sem deixá-la nua. É quebrar as resistências num envolvente jogo mental, onde o toque ou o sexo sequer precisa ocorrer para atingir o clímax.
Cortejar é, antes de tudo, saber envolver e entender que a maioria das pessoas gosta de sentir que é especial e que a Parceira(o) se sentiu encantado por prestar atenção às suas qualidades… Homens, lembrem-se: estamos vivendo a era da sapiosexualidade…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *